Compêndio de Filosofia
25 de Fevereiro de 2004 ⋅ Filosofia

Um aliado do estudante

Dídimo Matos
Compêndio de Filosofia, organizado por Nicholas Bunnin e E. P. Tsui-James
Tradução de Luiz Paulo Rouanet
Rio de Janeiro: Edições Loyola, 2002, 768 pp.
Comprar

Este livro é uma tradução de Companion to Philosophy da editora Blackwell feita por Luiz Paulo Rouanet, Doutor em filosofia pela USP com tese sobre a teoria da justiça de Rawls. Reúne ensaios de 35 autores, filósofos renomados e especialistas em suas áreas, divididos entre americanos e ingleses. O livro possui duas apresentações de dois filósofos bastante conhecidos no Brasil e em Portugal: John Searle e Bernard Williams. Além deles, o Compêndio traz nomes como Blackburn, Grayling e Susan Haack, que possuem diversos livros em português. O Compêndio tem orientação analítica. Isso fica perfeitamente explicado nas introduções, principalmente na de Searle que narra uma breve história da filosofia analítica e do positivismo lógico e a influência que um movimento exerceu no outro. A introdução de Williams mostra a evolução analítica do pensamento moral que fica muito bem explicada no texto leve e preciso do filósofo. Os demais capítulos versam sobre as disciplinas temáticas da filosofia: epistemologia, metafísica, filosofia política, da lógica, da matemática, ética e ética aplicada, entre outras. E, também, sobre alguns filósofos, caso de Berkeley, Hume, Locke, Marx e por fim, um capítulo de História e da relação entre a filosofia e o feminismo.

Todos os capítulos fazem uma apresentação formal da disciplina, ou do filósofo, de que trata e uma introdução geral aos problemas que compõem essa disciplina, uma apresentação de alguns dos trabalhos mais importantes de uma forma mais sistemática e, ainda, uma bibliografia para quem desejar aprofundar o assunto e um conjunto de questões para discussão ao final de cada capítulo. O Compêndio possui ainda um vocabulário de filosofia que apresenta um descrição dos principais termos apresentados no decorrer dos ensaios e um índice remissivo para auxiliar o estudante a encontrar rapidamente nomes e assuntos de seu interesse. Quem já conhece Rouanet tem certeza do primor de suas traduções, e sabe que seu trabalho é sempre rigoroso.

O Compêndio é, assim, um livro introdutório da filosofia em geral e, particularmente, um grande aliado de qualquer estudante que queira ter contato com o que de melhor é produzido em termos de filosofia nos dias de hoje. Excelente fonte de pesquisa, pode ser utilizado por principiantes que queiram conhecer a filosofia e suas disciplinas, ou por "veteranos" que terão nele uma boa obra de consulta.

Dídimo Matos
Instituto de Ensino Superior do Centro Oeste (IESCO)
Termos de utilização ⋅ Não reproduza sem citar a fonte