Encarcerado!, de Vinoth Chandar
22 de Abril de 2011 ⋅ Teses de filosofia

Ética descentrada

Luciano Carlos Cunha
O Consequencialismo e a Deontologia na Ética Animal: Uma Análise Crítica Comparativa das Perspectivas de Peter Singer, Steve Sapontzis, Tom Regan e Gary Francione, de Luciano Carlos Cunha
Supervisão de Sônia T. Felipe
Dissertação de Mestrado
Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil
Florianópolis, SC, 2010, 190 pp. (73 701 palavras)
Puxar

A presente dissertação tem como objetivo comparar criticamente duas abordagens distintas, uma centrada no consequencialismo e outra centrada na deontologia, sobre o problema do estatuto moral dos animais não humanos. Inicialmente, são apresentadas as críticas de Gary Francione e Tom Regan, que propõem uma abordagem deontológica centrada na idéia de direitos, à proposta de Peter Singer, consequencialista, centrada no utilitarismo das preferências. A proposta de Singer é então apresentada, e a plausibilidade das críticas é avaliada. Por fim, é apresentada a análise de Steve Sapontzis, que tenta ver se é possível juntar, num único sistema de raciocínio moral, as principais preocupações tanto das formas consequencialistas quanto deontológicas da ética animal.

Luciano Carlos Cunha é Mestre em Ética e Filosofia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina, Licenciado em Música pela Universidade do Estado de Santa Catarina, membro do corpo editorial e colaborador da revista eletrônica Pensata Animal, colunista do site Agência de Notícias de Direitos Animais e autor do blog Desafiando o Especismo.

Luciano Carlos Cunha
lucianoshred@gmail.com
Termos de utilização ⋅ Não reproduza sem citar a fonte