Nova História da Filosofia Ocidental: Filosofia Antiga
1 de Maio de 2010 ⋅ História da filosofia

Redescobrir a história da filosofia

Nova História da Filosofia Ocidental, Vol. I: Filosofia Antiga, de Sir Anthony Kenny
Tradução de Pedro Galvão e Fátima Carmo
Revisão científica de Aires Almeida
Lisboa: Gradiva 2010, 360 pp.
Comprar

Fruto de uma vida de estudo e reflexão, Filosofia Antiga situa os filósofos e o seu pensamento no contexto histórico e explica a importância e o impacte de cada vaga de novas ideias. Trata-se do primeiro volume de uma obra magistral que faz reviver a história da filosofia, permitindo compreender as raízes da civilização ocidental.

Este volume conta a história do nascimento da filosofia, do seu florescimento no mundo mediterrânico antigo e do desenvolvimento das ideias que traçaram o rumo do pensamento e da sociedade ocidentais. O relato vivo de Sir Anthony Kenny inicia-se com Pitágoras e Tales e termina com Santo Agostinho, que passou o testemunho da filosofia à era cristã. No centro da narrativa encontram-se as duas figuras tutelares de Platão e Aristóteles. Em conjunto, estes dois filósofos determinaram a temática da filosofia nos dois milénios subsequentes e a sua influência é hoje tão profunda como o foi sempre.

Este livro extraordinário [...] não é apenas um manual fidedigno de história da filosofia como constitui também uma introdução a todas as áreas principais da investigação filosófica. A escrita de Kenny é excepcionalmente clara e o autor transmite os conhecimentos no tom leve de que só os maiore autores são capazes [...]. Esta característica, aliada à extensão e à profundidade dos conhecimentos e também à sofisticação filosófica, torna a leitura singularmente enriquecedora. E gratificante. Vale ainda a pena mencionar que o livro é magnificamente ilustrado. Ficamos com muita vontade de ler os volumes seguintes, convencidos de que o universo intelectual é, efectivamente, infinitamente rico.
James Ladyman, Times Higher Education Supplement

Este livro genial e extraordinariamente acessível [...] apresenta e analisa com clareza exemplar as ideias e os argumentos mais importantes que constituíram o contributo dos filósofos antigos para as principais áreas de investigação filosófica [...]. A abundância, a beleza e, muitas vezes, o carácter inesperado das ilustrações são um dos trunfos da obra.
Malcolm Schofield, London Review of Books

Sir Anthony Kenny

Sobre o autor

Sir Anthony Kenny (n. 1931) foi presidente da Academia Britânica e pró-vice-reitor da Universidade de Oxford. De formação católica (foi ordenado padre em 1955), é um dos mais importantes historiadores da filosofia, título que acumula com o de filósofo original. Das suas inúmeras obras, de filosofia e história da filosofia, destacam-se as seguintes: Action, Emotion and Will (1963), Descartes (1968), The Five Ways: St. Thomas Aquinas' Proofs of God's Existence (1969), Wittgenstein (1973), The Anatomy of the Soul (1974), Will, Freedom and Power (1975), The Aristotelian Ethics (1978), Free Will and Responsibility (1978), The God of the Philosophers (1979), Aquinas (1980), A Stylometric Study of the New Testament (1986), The Metaphysics of Mind (1989), What is Faith? (1992), Aristotle on the Perfect Life (1993), Aquinas on Mind (1993), Frege (1995), História Concisa da Filosofia Ocidental (1997), Essays on the Aristotelian Tradition (2001), Aquinas on Being (2002), The Unknown God (2005) e What I Believe (2006).

Índice

Mapa
Introdução

  1. Começos: de Pitágoras a Platão
    As quatro causas
    Os milésios
    Os pitagóricos
    Xenófanes
    Heraclito
    Parménides e o eleatas
    Empédocles
    Anaxágoras
    Os atomistas
    Os sofistas
    Sócrates
    O Sócrates de Xenofonte
    O Sócrates de Platão
    A filosofia do próprio Sócrates
    De Sócrates a Platão
    A teoria das ideias
    A República de Platão
    As Leis e o Timeu
  2. Escolas de pensamento: de Aristóteles a Agostinho
    Aristóteles na Academia
    Aristóteles o biólogo
    O Liceu e o seu currículo
    Aristóteles sobre a retórica e a poesia
    Os tratados éticos de Aristóteles
    A teoria política de Aristóteles
    A cosmologia de Aristóteles O legado de Aristóteles e Platão
    A escola de Aristóteles
    Epicuro
    Estoicismo
    Cepticismo na Academia
    Lucrécio
    Cícero
    Judaísmo e cristianismo
    A Stoa imperial
    Filosofia cristã primitiva
    O renascimento do platonismo e do aristotelismo
    Plotino e Agostinho
  3. Como argumentar: lógica
    A silogística de Aristóteles
    O De Interpretatione e as Categorias
    Aristóteles sobre o tempo e a modalidade
    Lógica estóica
  4. O conhecimento e os seus limites: epistemologia
    Epistemologia pré-socrática
    Sócrates, conhecimento e ignorância
    Conhecimento no Teeteto
    Conhecimento e ideias
    Aristóteles sobre a ciência e a ilusão
    Epistemologia epicurista
    Epistemologia estóica
    Cepticismo académico
    Cepticismo pirrónico
  5. Como as coisas acontecem: física
    O contínuo
    Aristóteles sobre o lugar
    Aristóteles sobre o movimento
    Aristóteles sobre o tempo
    Aristóteles sobre a causalidade e a mudança
    Os estóicos sobre a causalidade
    Causalidade e determinismo
    Determinismo e liberdade
  6. O que há: metafísica
    A ontologia de Parménides
    As ideias de Parménides e as suas dificuldades
    As formas aristotélicas
    Essência e quididade
    Ser e existência
  7. Alma e mente
    A metempsicose de Pitágoras
    Percepção e pensamento
    Imortalidade no Fédon de Platão
    A anatomia da alma
    Platão sobre a percepção sensorial
    A psicologia filosófica de Aristóteles
    Filosofia da mente helenista
    Vontade, mente e alma na antiguidade tardia
  8. Como viver: ética
    Demócrito o moralista
    Sócrates sobre a virtude
    Platão sobre a justiça e o prazer
    Aristóteles sobre a eudemonia
    Aristóteles sobre a virtude moral e intelectual
    Prazer e felicidade
    O hedonismo de Epicuro
    Ética estóica
  9. Deus
    A teologia natural de Xenófanes
    Sócrates e Platão sobre a piedade
    O desenvolvimento da teologia de Platão
    Os motores imóveis de Aristóteles
    Os deuses de Epicuro e dos estóicos
    Sobre a adivinhação e a astrologia
    A trindade de Plotino

Cronologia
Lista de abreviaturas e convenções
Bibliografia
Lista de ilustrações
Índice analítico

Termos de utilização ⋅ Não reproduza sem citar a fonte