A Natureza da Filosofia e o seu Ensino, de Desidério Murcho
3 de Agosto de 2003 ⋅ Ensino da filosofia

O lugar crítico da razão

Renovar o Ensino da Filosofia, organização de Desidério Murcho
Gradiva, 2003, 164 pp., 11 €
Comprar

Os programas de Filosofia do ensino secundário são insatisfatórios a vários níveis e a ameaça de extinção da disciplina é constante. O Centro para o Ensino da Filosofia não podia ficar indiferente a este estado de coisas. Num espírito construtivo e aberto, empreendeu uma análise pormenorizada dos programas oficiais, apontando deficiências e o modo de as superar, e propõe um programa que dignifica a disciplina, está atento ao que de melhor se faz no mundo e coloca o estudante em contacto com a tradição, fazendo da Filosofia “o lugar crítico da razão”.

Alguns dos falsos problemas que assolam o ensino da Filosofia são desmistificados nesta obra única. Compreende-se, finalmente, que no ensino da Filosofia não tem de haver uma oposição entre as abordagens “hermenêuticas” e “argumentativas”; resolve-se o falso problema da alegada “subjectividade” da avaliação nesta disciplina; mostra-se como é possível fazer exames nacionais que estejam de acordo com a natureza da disciplina; torna-se evidente como se pode fazer da Filosofia “o lugar crítico da razão”, colocando simultaneamente o estudante em contacto com os grandes filósofos clássicos.

Este é um livro único, distanciado, crítico e objectivo, que enriquece um debate urgente. Do interesse sobretudo de professores de Filosofia, responsáveis educativos e jornalistas preocupados com a educação, é uma obra de referência para pais, estudantes e todos os que se preocupam com a qualidade do ensino da Filosofia.

O Centro para o Ensino da Filosofia é uma unidade da Sociedade Portuguesa de Filosofia formada por professores e investigadores apostados na qualidade do ensino da disciplina. Fundado em Julho de 2000, o Centro tem participado activamente na discussão da reforma dos curricula, nomeadamente com o Ministério da Educação, e publicou já três livros, cumprindo assim o objectivo que consta dos seus estatutos: “o aperfeiçoamento e dignificação do ensino da Filosofia em Portugal”.

Termos de utilização ⋅ Não reproduza sem citar a fonte