Caminhando ao Longo do Rio, de Mikael Kihlman
19 de Dezembro de 2007 ⋅ Teses de filosofia

Apresentação

Abílio Rodrigues
Frege, Fazedores-de-Verdade e o Argumento da Funda, de Abílio Azambuja Rodrigues Filho
Supervisão de Oswaldo Chateaubriand Filho
Dissertação de Doutoramento
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro, março de 2007, 223 pp. (69.000 palavras)
Puxar

Desde meados dos anos 1980 a noção de verdade como correspondência foi reabilitada na forma de teorias de fazedores-de-verdade (truthmakers). Um fazedor-de-verdade é algo na realidade em virtude de que uma determinada sentença (ou proposição) é verdadeira. Teorias de fazedores-de-verdade têm um apelo especialmente forte no que diz respeito a verdades empíricas, isto é, sentenças verdadeiras em virtude de objetos ou fenômenos empíricos. Por outro lado, parece que se não houver alternativa para a tese de Frege segundo a qual a referência de uma sentença é o seu valor de verdade, uma teoria de fazedores-de-verdade como a mencionada acima é inexeqüível. O argumento da funda (the slingshot) é um pequeno argumento que pretende provar que, uma vez admitidos determinados pressupostos, não há alternativa para a tese de Frege. A situação acima descrita deu origem às seguintes perguntas:

  1. O que levou Frege a concluir que a referência de uma sentença é o seu valor de verdade?
  2. Uma teoria de fazedores-de-verdade de verdades empíricas é vulnerável ao argumento da funda?
  3. Para evitar o argumento da funda no âmbito de uma teoria de fazedores-de-verdade é necessário também rejeitar em geral a tese de Frege?

Na minha tese apresento respostas a essas perguntas.

Abílio Rodrigues (abilio.arf@gmail.com) é mestre em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2002) e Doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2007). Desde agosto de 2007 é professor adjunto da Universidade Estadual da Paraíba. Suas principais áreas de atuação são filosofia da linguagem, filosofia da lógica e história da filosofia.
Termos de utilização ⋅ Não reproduza sem citar a fonte