Guilherme de Ockham
15 de Julho de 2006 ⋅ Teses de filosofia

Apresentação

Pedro Leite Júnior
A Teoria da Conotação de Ockham: Uma Interpretação Propositiva, de Pedro Leite Junior
Supervisão de Luis Alberto De Boni
Dissertação de Doutoramento
Pontifícia Universidade Católica do Rio grande do Sul (PUCRS), Brasil
Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, 2005, 225 pp.

Tomando como ponto de partida o debate contemporâneo acerca da teoria da conotação de Ockham, o presente trabalho propõe uma interpretação qualificada como "propositiva" da teoria. Duas questões pautam seu desenvolvimento, saber: 1) O que é, ou seja, em que consiste a teoria da conotação de Ockham? 2) Qual o papel que desempenha na semântica de Ockham? O trabalho está divido em três partes. Na Parte I, apresento a teoria da conotação de Ockham. Na Parte II abordo o debate interpretativo contemporâneo acerca da teoria. Na Parte III, apresento minha interpretação propositiva, que pretende ser uma proposta alternativa às interpretações precedentes.

Pedro Leite Júnior (pedro.leite@pucrs.br), nascido em 1962, em Pelotas, RS, Brasil, é licenciado (1994) e bacharel (1996) em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre em Filosofia Medieval (2000) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio grande do Sul (PUCRS). Doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio grande do Sul (PUCRS). Atualmente é professor de Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, PUCRS, lecionando disciplinas como Ética e Cidadania, e Filosofia e Bioética. Publicou O Problema dos Universais: Uma perspectiva de Boécio, Abelardo e Ockham (EDIPUCRS, 2001). Tem interesse por Filosofia Medieval, Ética e Bioética. Mais informações sobre o autor: http://www.pedroleite.pro.br.
Termos de utilização ⋅ Não reproduza sem citar a fonte