Apresentação

Pedro Galvão
Pretender o Mal: Um Estudo sobre a Doutrina do Duplo Efeito, de Pedro Galvão
Supervisão de António Franco Alexandre
Dissertação de Mestrado
Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Lisboa, 2002, 94 pp. (31 000 palavras)
Puxar

A Doutrina do Duplo Efeito exprime a ideia de que pretender que um mal se verifique é pior que dar origem a um mal quando o mesmo é meramente previsto — é esta ideia controversa que constitui o objecto central dos três capítulos deste estudo. No primeiro capítulo explicita-se o conteúdo da doutrina e situa-se a mesma no seu contexto filosófico: enquadra-se a doutrina no debate de ética normativa mais amplo que opõe consequencialistas a deontologistas e esclarece-se o papel que esta tem desempenhado em diversos debates importantes de ética aplicada. No segundo capítulo, “A inteligibilidade da doutrina”, discute-se o cepticismo quanto à possibilidade de traçar de uma forma razoavelmente clara a distinção crucial do duplo efeito. Sugere-se que tal cepticismo é infundado. No terceiro capítulo, “A credibilidade da doutrina”, examinam-se as diversas tentativas de justificação do duplo efeito. Conclui-se que nenhuma delas é satisfatória.

Licenciado e mestre em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde realiza presentemente o curso de doutoramento na área da filosofia moral, Pedro Galvão dirige o Centro de Ética Aplicada da Sociedade Portuguesa de Filosofia.

Pedro Galvão
Termos de utilização ⋅ Não reproduza sem citar a fonte