O Lugar da Lógica na Filosofia, de Desidério Murcho
Fevereiro de 2003 ⋅ Lógica

Lógica, para que te quero?

O Lugar da Lógica na Filosofia, de Desidério Murcho
Plátano, 2003, 167 pp., 10,50 €
ComprarRecensão

A lógica é leccionada em Filosofia, no ensino secundário e nas universidades. Todavia, subsistem muitas incompreensões quanto à sua natureza e ao seu papel na filosofia e na argumentação. Este livro esclarece estes e outros aspectos relacionados com o ensino da lógica. Fruto do trabalho do autor no Centro para o Ensino da Filosofia (Sociedade Portuguesa de Filosofia), e da sua experiência como Formador de professores de filosofia, trata-se de uma obra imprescindível para professores e estudantes que desejem transformar a lógica numa experiência enriquecedora, criativa e crítica.

Índice

Prefácio

  1. Lógica e Argumentação
  2. Lógica e Filosofia
  3. As frases e o que elas dizem
  4. Forma Lógica
  5. Lógica Clássica
  6. Lógica Aristotélica
  7. Argumentos Não-Dedutivos
  8. O Problema da Indução
  9. Argumentos de Autoridade
  10. Paradoxos
  11. Sintaxe, Semântica e Pragmática
  12. Argumentação e Demonstração
  13. Argumentação e Subjectividade

Apêndice 1: Como fazer exercícios
Apêndice 2: Percursos de ensino da lógica

Leituras e recursos
Glossário
Índice analítico

Gralhas

  • Pág. 16, quarta linha a contar do fim: onde se lê "Imagine-se que Sócrates nunca se tinha dedicado à filosofia" deve ler-se "Imagine-se que Sócrates não era grego".
  • Pág. 77, nota 7, linha 1: onde se lê "as últimas não resultarem" deve ler-se "as últimas resultarem".
  • Pág. 124, quarto parágrafo, linha 1: onde se lê "Contudo, a frase "Esta frase é falsa" não verdadeira nem falsa" deve ler-se "Contudo, a frase "Esta frase é falsa" não é verdadeira nem falsa".
  • Pág. 133, última linha: onde se lê "introdução da condicional" deve ler-se "introdução da conjunção".
Caso encontre outras gralhas, contacte o autor (desiderio@ifac.ufop.br).
Termos de utilização ⋅ Não reproduza sem citar a fonte